L'Aura "Apologize" lírica

Traducción al:pt

Go! Meet the beast behind the door! Careful what you're wishing for You might get it And then regret it so

Love is no ordinary friend It's a ship I can't command And a fortress I'm ready to defend

Pray Through the future, let me stay I'm bananas, but you like me better my own way!

Ding dong Let me write you another singsong All the fairy-tales have gone wrong We have buried compromise Maybe it's not too late to apologize...

No is our favorite dirty word Flying higher than a bird While the sorrows trip on tomorrow’s blues

Stay Though the color’s gone opaque We'll revive it with our love... We like it so risque!

Ding dong Let me write you another sing song All the fairy-tales have gone wrong We have buried compromise

Ping pong Once upon another time bomb A scary tale that couldn’t keep calm A rat race without a prize Maybe it's not too late to apologize...

We get into it four times a day No one ever wins the fight All the evil things we're bound to say Only feed our appetite

Bring on all you like I’ve got my rings on Ever-after never keeps long All we do is criticize!

Ping pong Serving up another time bomb A fairy tale that couldn’t keep calm A rat race without a prize. Maybe it's not too late to apologize...

Vá! Encontre a besta atrás da porta! Tome cuidado com o que pede Talvez você receba E então se arrependa muito

O amor não é nenhum amiguinho normal É um navio que eu não consigo comandar E uma fortaleza que estou pronta para defender

Reze Me deixe ficar pelo futuro1 Sou louca, mas você prefere quando faço o que quero!

Ding dong Me deixe te cantar outra toada monótona Todos os contos de fada deram errado Enterramos o compromisso Talvez não seja tarde demais para se desculpar...

'Não' é a nossa palavra suja preferida Voando mais alto que um pássaro Enquanto os arrependimentos enlouquecem nas tristezas de amanhã

Fique Mesmo as cores tendo ficado opacas As reviveremos com nosso amor Gostamos da indecência!

Ding dong Me deixe te cantar outra toada monótona Todos os contos de fada deram errado Enterramos o compromisso

Ping pong Era uma vez noutra bomba-relógio Uma fábula assustadora que não conseguia se manter calma Uma corrida maluca sem prêmios Talvez não seja tarde demais para se desculpar...

Entramos nisso umas quatro vezes por dia Ninguém nunca ganha a briga Todas as coisas ruins que estamos destinados a dizer Só alimentam nosso apetite

Traga tudo que você gostar Estou usando meus anéis O para sempre não dura muito Tudo que fazemos é criticar!

Ping pong Preparando outra bomba-relógio Um conto de fadas que não conseguia se manter calmo Uma corrida maluca sem prêmios Talvez não seja tarde demais para se desculpar...