Legião Urbana "Daniel Na Cova dos Leões" Liedtext

Übersetzung nach: EN FR

Aquele gosto amargo do teu corpo
Ficou na minha boca por mais tempo.
De amargo, então salgado ficou doce,
Assim que o teu cheiro forte e lento
Fez casa nos meus braços e ainda leve,
Forte, cego e tenso, fez saber
Que ainda era muito e muito pouco.

Faço nosso o meu segredo mais sincero
E desafio o instinto dissonante.
A insegurança não me ataca quando erro
E o teu momento passa a ser o meu instante.
E o teu medo de ter medo de ter medo
Não faz da minha força confusão.
Teu corpo é meu espelho e em ti navego
E eu sei que a tua correnteza não tem direção.

Mas, tão certo quanto o erro de ser barco
A motor e insistir em usar os remos,
É o mal que a água faz quando se afoga
E o salva-vidas não está lá porque não vemos.

That bitter taste of your body
Stayed in my mouth for a little longer
From bitter, then salty turned into sweet
As your strong and slow scent
Settled down in my arms, and still light,
Strong, blind and tense, apprised
That it was yet too much, and too much little.

I make ours the most sincere secret of mine
And I dare the dissonant instinct.
The insecurity doesn't attack me when I make mistakes
And your moment becomes my instant.
And your fear of fearing to fear
Doesn't turn my strength into confusion.
Your body is my mirror and in you I navigate
And I know that your flow has no course.

But, as right as the mistake of being a
Motorboat and insisting on using the oars,
Is the evil the water does when one drowns
And the lifeguard is not there because we can't see.