Amália Rodrigues "A Julia Florista" testo

A Julia Florista

A Julia Florista

Boêmia e fadistaDiz a tradiçãoFoi nesta LisboaFigura de proaDa nossa cançãoFigura bizarraQue ao som da guitarraO fado viveuVendia as floresMas os seus amoresJamais os vendeu

Ó Julia floristaTua linda históriaO tempo marcouNa nossa memóriaÓ Júlia floristaTua voz ecoaNas noites bairristasBoêmias, fadistasDa nossa Lisboa

Chinela no péUm ar de raléNo jeito de andarSe a Júlia passavaLisboa paravaPara a ouvir cantarNo ar um pregãoNa boca a cançãoFalando de amoresEncostado ao peitoA graça e o jeitoDo cesto das flores.

Qui è possibile trovare il testo della canzone A Julia Florista di Amália Rodrigues. O il testo della poesie A Julia Florista. Amália Rodrigues A Julia Florista testo.