Ana Moura "Na palma da mão" Liedtext

Übersetzung nach: EN FR PL SR

Eu queria escrever-te umas quadras diferentes
Daquelas repletas de amores e de pó
Versejar constante, consequente e urgente
Onde o protagonista acaba sempre só

Quadras dispersas, distintas, pontuadas
A roçar um ponto algures na emoção
À beira do abismo, arriscada escalada
Ao ponto mais alto que tem o coração

Mas se eu cair tonta, das altas alturas
Por sobre os penhascos das linhas da mão
Peço que a feches, que em boa ventura
Sentirás parar o meu coração

Mantém-na fechada que o risco do susto
Pode arredondar os teus olhos e então
As pupilas lassas revelam-te a custo
Que sou mais uma linha na tua palma da mão
//:Mas se eu cair tonta, das altas alturas
Por sobre os penhascos das linhas da mão
Peço que a feches, que em boa ventura
Sentirás parar o meu coração://
O meu coração

I wanted to write to you a few different verses
Those full of love and of dust
Constant rhyme, consistent and urgent
Where the protagonist always ands alone

Verses scattered, distinct, punctuated
To skim a point somewhere in emotion
At the edge of the abyss, risky escalation
At the highest point that the heart has

But if I fall dizzy, from the heights
Above the cliffs on the lines of the hand
I ask that you close it, that in good fortune
You will feel my heart stop.

Keep it closed so that the laughter of the fright
Can round out your eyes and then
The lax pupils will show you the cost
That I am more a line on your palm.
But if I fall dizzy, from the heights
Above the cliffs on the lines of the hand
I ask that you close it, that in good fortune
You will feel my heart stop.